sexta-feira, 10 de março de 2017

Carta a José Saramago

     

Sobreda, 7 de março de 2017
       "Caro José Saramago,

       Gostámos muito do livro A Maior Flor do Mundo. Continue a escrever assim, mas com pontuação!
       Era bom que escrevesse contos para crianças e para adultos.
       Gostámos muito da parte em que o menino ajudou a flor e não lhe faz mal.
       Com este livro, aprendemos  que não devemos prejudicar a natureza e devemos tratá-la bem.
       Sabemos que escreveste muitos livros que um dia vamos ler e contar!

       José, obrigada por nos dares apoio na escrita!
Beijinhos dos teus fãs
Marta Chagas e Gonçalo Real"
     

Leituras de A Maior Flor do Mundo de José Saramago

 foto profª Vanda Jorge


      Como poderia acabar a história?

      1. O menino caminhou, caminhou, até que encontrou uma flor murcha, cheia de sede. O menino voltou atrás para ir buscar água para regar a flor.
      No dia seguinte, quando voltou, viu a flor supercolorida e cheia de purpurinas de todas as cores!
      De repente, apareceu o escritor José Saramago que disse:
      - Nunca vi nada tão belo e maravilhoso!
      O menino olhou para o escritor e disse:
      - Olá, queres ser o meu avô, porque parece que não tens família! ...
     Então, o escritor respondeu, a chorar de alegria:
     - Claro que sim!
     Foi assim que a vida de José Saramago se tornou melhor!
     Carlina Silveiro e Beatriz Ferreira, 4º C

     2. O menino pegou numa caixa de papelão para agarrar no insto e este voou. O rapaz agarrou-o e matou-a. Então arrependeu-se muito.
      Subiu a uma árvore para ficar sozinho, mas o ramo partiu-se  e o menino caiu.
      Então o menino ficou caído no chão a pedir socrorro:
      - Socorrooooo! Ajudaaaaaa! Magoei-me!
      Ficou muito tempo sozinho até que os seus amigos Fernanda e Alberto o encontraram.
      
      Sofia e Cátia do 4.º C

      3. O menino foi atrás do inseto, passou por um rio e por um campo cheio de flores e encontrou uma floresta encantada onde estavam muito gnomos. 
      Um dos gnomos disse:
      - Vais descobrir um tesouro.
      E o menino perguntou:
      - Onde?
      - Tens de ser tu a descobrir. 
      O menino seguiu a sua viagem.
      No meio do caminho, encontrou uma fada cadente, que exclamou:
      -  Mais à frente, irás encontrar o tesouro! 
     Então o menino seguiu em frente. O menino encontrou uma flor gigante e disse:
     - Que flor tão grande! 
     Então o menino, nos dias seguintes, regou e alimentou a flor para ela crescer. 
     Assim, quando os pais o encontraram, na manhã seguinte, o menino estava a dormir protegido por uma pétala gigante.

Diana e Beatriz Lopes, 4.º C




terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

Festa de S. Valentim - PESS, Elias Garcia dia 14 de fev.

Celebração do dia de S. Valentim, em que participaram as turmas 5ºA, 5º B, 6ºE, 6º B, 7º C, 8º B e 9º E,
assim como os Embaixadores da Saúde e alunos do  GASS.