A Lua de Joana de Maria Teresa Maia Gonzalez


A Lua de Joana é um livro que fala de Joana, uma adolescente que entra em depressão, porque a sua melhor amiga morreu de consumo de drogas e para desabafar com alguém a sua tristeza escrevia um diário.
A Joana vivia com a sua mãe, que passava a vida na loja onde trabalha, com o seu pai, que, na opinião de Joana, o era apenas em part-time, e com o seu irmão a quem ela tratava por 'pré-histórico', devido ao vestuário e aos seus hábitos, e que mal lhe falava, sentindo-se incompreendida não apenas pela família mas também pelo seu grupo de amigos.
Marta, a amiga de Joana que morreu, tinha um irmão chamado Diogo, que sofria muito com a morte da irmã. A Joana, como era muito sua amiga e acabou mesmo por se apaixonar por ele, sempre tentou ajudar mas então descobriu que o Diogo, tal como a irmã, também se deixou envolver com as drogas. Sentindo-se sozinha, e com a curiosidade de tentar saber o que Marta tinha sentido, Joana também quis experimentar as drogas. Diogo ainda consegue tratar-se e decide ir viver com o pai, que já estava divorciado da mãe. Mas Joana não consegue resistir ao mundo da droga e acaba por morrer.
A história termina com o pai de Joana a ler o diário da filha destroçado por não ter estado presente e por não ter evitado a sua morte.
Adriana e Cristiana 7ºA nº 1 e nº6 

Comentários