Janeiro: Vamos falar da não-violência?


O Livro: A violência e a não-violência de Brigitte Labbé, Michel Puech 

Tudo pode começar quando alguém lança um olhar desconfiado sobre outra pessoa. Desse olhar, pode nascer um sorriso trocista, que faz saltar uma frase agressiva, seguida de alguns empurrões, umas estaladas, uns murros e até umas cabeçadas. É assim que se desencadeia a espiral da violência. Fonte: Editora Terramar

O Filme: Prémio da Melhor Curta Metragem de Animação, 2014.
Este filme conta a história de uma menina doce que vive num orfanato, e que criou uma ligação muito especial com um novo colega de classe que sofre de paralisia cerebral. É também uma obra que fala de valores e sonhos, cativando o espectador desde o primeiro ao último minuto.


Comentários